Fundos de Investimento

Fundos de Investimentos

O que é

São uma espécie de “condomínio” de investidores, em que vários cotistas unem seu capital para que sejam aplicados em conjunto no mercado financeiro, contando com uma instituição ou profissional (gestor) para sua administração. Os ganhos obtidos com as aplicações são divididos entre os participantes, na proporção do valor depositado por cada um.

  • Facilidade de diversificação
  • Aplicação com poucos recursos
  • Gestão profissional da sua carteira
  • Histórico de rentabilidade
Image
Fundos de Investimentos

Aplicações

FUNDOS DE AÇÕES

É uma carteira de ativos da renda variável. Você adquire cotas e confia a um gestor a responsabilidade por executar a estratégia de direcionamento dos recursos.

Imposto de Renda: 15% sobre o lucro obtido.

FUNDOS CAMBIAL

É um fundo que faz aplicações baseadas em moedas estrangeiras como o dólar, euro, libra e outras.

Imposto de Renda:
• 22,5% até 6 meses.
• 20% de 6 meses a 1 ano.
• 17,5% de 1 ano a 2 anos.
• 15% acima de 2 anos.

FUNDOS DE DÍVIDA EXTERNA

É um fundo que faz aplicações em títulos de dívida do Brasil.

Rendimento:
• Desempenho dos papéis no mercdo internacional.
• Taxa de juros pagas pelos ativos.
• Taxa de câmbio do dólar ante o real.
Imposto de Renda:
• 22,5% até 6 meses.
• 20% acima de 6 meses.

ETF (Exchange Traded Fund)

É um fundo de ações que tem como referência um índice da bolsa de valores, como se fossem papéis de uma empresa.

Taxa de Administração: 0,20 a 0,80% ao ano.
Imposto de Renda (acima de R$ 20.000): 15% sobre o lucro obtido.

FUNDOS NO EXTERIOR

Aplicações que têm seu rendimento atrelado a ativos de uma moeda estrangeira.

Imposto de Renda (acima de R$ 20.000): 15% sobre o lucro obtido.

FUNDOS IMOBILIÁRIOS

São grupos de investidores com o objetivo de aplicar recursos em diversos tipos de investimentos imobiliários.

Rendimento: Aluguel, alienação ou locação.
Imposto de Renda: 20% sobre o lucro obtido.

FUNDOS REFERENCIADOS

São fundos que precisam ter uma carteira de, no mínimo, 95% em títulos públicos atrelados à taxa Selic.

Rendimento: 80% e 100% do CDI
Imposto de Renda:
• 22,5% até 6 meses.
• 20% de 6 meses a 1 ano.
• 17,5% de 1 ano a 2 anos.
• 15% acima de 2 anos.

FUNDOS DE RENDA FIXA

São uma espécie de “condomínio” que reúne recursos de vários investidores para que sejam aplicados em conjunto no mercado.

Rendimento: Taxa de juros prefixada + variação do IPCA Imposto de Renda:
• 22,5% até 6 meses.
• 20% de 6 meses a 1 ano.
• 17,5% de 1 ano a 2 anos.
• 15% acima de 2 anos.