Renda Fixa

  • Investimentos
  • Renda Fixa
Renda Fixa

O que é

Renda fixa é uma modalidade de investimento em que você sabe como seu dinheiro vai render antes de comprar. Essa previsão pode ser precisa ou não, mas os modelos de rentabilidade são fixos, por isso seu nome.

Podemos entender renda fixa da seguinte maneira: você empresta seu dinheiro para uma instituição, seja ela bancária, privada ou mesmo um governo e, depois de determinado tempo, o devedor te retorna o valor investido acrescido de juros.

  • Opções tão seguras quanto a poupança
  • Variedade de produtos disponíveis
  • Para todos os tipos de renda
Image
Renda Fixa

Aplicações

CDB (Certificado de Depósito Bancário)

É um título emitido por bancos para captar recursos para suas atividades.

Cobertura FGC: R$ 250.000
Imposto de Renda:
• 22,5% até 6 meses.
• 20% de 6 meses a 1 ano.
• 17,5% de 1 ano a 2 anos.
• 15% acima de 2 anos.
Rendimento:
Pré-fixados: Você sabe exatamente o quanto irá resgatar no vencimento.
Pós-fixados: A rentabilidade é um percentual do CDI.
Esses títulos podem ser também indexados ao IPCA e IGPM.
Híbridos: Rentabilidades prefixadas e pós-fixadas.

DPGE (Depósito a Prazo com Garantia Especial)

São depósitos a prazo emitidos por instituições financeiras.

Cobertura FGC: R$ 20.000.000
Imposto de Renda:
• 22,5% até 6 meses.
• 20% de 6 meses a 1 ano.
• 17,5% de 1 ano a 2 anos.
• 15% acima de 2 anos.
Rendimento:
Pré-fixados: Você sabe exatamente o quanto irá resgatar no vencimento.
Pós-fixados: A rentabilidade é um percentual do CDI.
Esses títulos podem ser também indexados ao IPCA e IGPM.

FIDC (Fundo de Investimento em Direitos Creditórios)

É uma comunhão de recursos que destina no mínimo 50% do seu patrimônio para aplicações em direitos creditórios.

Imposto de Renda:
• 22,5% até 6 meses.
• 20% de 6 meses a 1 ano.
• 17,5% de 1 ano a 2 anos.
• 15% acima de 2 anos.
Rendimento:
Pré-fixados: Você sabe exatamente o quanto irá resgatar no vencimento.
Pós-fixados: Está atrelado a algum indicador do mercado, como a taxa Selic e o CDI.
Esses títulos podem ser também indexados ao IPCA e IGPM.

LC (Letra de Câmbio)

É um título emitido por financeiras para captar recursos para suas atividades.

Cobertura FGC: R$ 250.000
Imposto de Renda:
• 22,5% até 6 meses.
• 20% de 6 meses a 1 ano.
• 17,5% de 1 ano a 2 anos.
• 15% acima de 2 anos.
Rendimento:
Pré-fixados: Você sabe exatamente o quanto irá resgatar no vencimento.
Pós-fixados: A rentabilidade é um percentual do CDI.
Esses títulos podem ser também indexados ao IPCA e IGPM.
Híbridos: Rentabilidades prefixadas e pós-fixadas.

LF (Letra Financeira)

É um ativo de longo prazo, com a finalidade de oferecer uma alternativa para instituições financeiras na captação de recursos.

Imposto de Renda: 15% do lucro obtido.
Rendimento:
Pré-fixados: Você sabe exatamente o quanto irá resgatar no vencimento.
Pós-fixados: A rentabilidade é um percentual do CDI.
Esses títulos podem ser também indexados ao IPCA e IGPM.
Híbridos: Rentabilidades prefixadas e pós-fixadas.

TESOURO DIRETO

É um programa criado pelo Tesouro Nacional que te permite investir em Títulos Públicos.

Imposto de Renda:
• 22,5% até 6 meses.
• 20% de 6 meses a 1 ano.
• 17,5% de 1 ano a 2 anos.
• 15% acima de 2 anos.
Rendimento:
Tesouro Prefixado e Tesouro Prefixado com Juros Semestrais: Você sabe exatamente o quanto irá resgatar, desde que mantenha o investimento até o vencimento.
Tesouro IPCA , Tesouro IPCA com Juros Semestrais e Tesouro Selic: Têm a rentabilidade atrelada a algum indexador.

Títulos públicos federais

São títulos emitidos pelo Governo, com a finalidade de captar recursos para o financiamento da dívida e atividade pública.

Imposto de Renda:
• 22,5% até 6 meses.
• 20% de 6 meses a 1 ano.
• 17,5% de 1 ano a 2 anos.
• 15% acima de 2 anos.
Rendimento:
Pré-fixados: Você sabe exatamente o quanto irá resgatar no vencimento.
Pós-fixados: Está atrelado a algum indicador do mercado, como a taxa Selic e o CDI.
Esses títulos podem ser também indexados ao IPCA e IGPM.